5 cuidados a serem tomados para operar escavadeiras com segurança

5 cuidados a serem tomados para operar escavadeiras com segurança

Seguir as orientações do Manual do Operador e estar atento ao calendário de Manutenções Preventivas estão entre as boas práticas recomendadas pela Link-Belt.

 

Quando o assunto é segurança no trabalho, a atenção aos detalhes faz toda a diferença na prevenção de acidentes, independentemente da área de atuação. Mas, para quem trabalha com equipamentos de grande porte, como as escavadeiras, é preciso ter cuidado redobrado, pois qualquer descuido pode colocar em risco a integridade do operador e demais pessoas envolvidas no entorno da operação.

 

Vladimir Machado, Especialista de Produto da Link-Belt Latin America, destaca que além de contar com equipamentos robustos e confiáveis, existe uma série de outras medidas que devem ser adotadas para reduzir os riscos de acidentes durante a operação das escavadeiras. Contidas no Manual do Operador das máquinas, as principais recomendações operacionais a serem seguidas, são:

 

  1. Sempre utilizar o cinto de segurança durante a operação, até mesmo em atividades simples e rápidas. Apesar de essa ser uma premissa básica, muitos operadores ainda se esquecem que o cinto tem como objetivo protegê-los em casos de tombamentos, capotamentos e colisões.
  2. Antes de iniciar qualquer atividade, é importante sempre olhar ao redor, por meio dos espelhos laterais e câmera de ré do equipamento, a fim de garantir que não há pessoas ou obstáculos dentro do raio de ação.
  3. Outra recomendação fundamental é sinalizar o início da operação da escavadeira com um ou dois toques curtos na buzina. Essa prática serve para alertar as pessoas ao redor, aumentando a atenção para o equipamento.
  4. Durante a operação propriamente dita, recomenda-se manter as rodas motrizes sempre na parte traseira da máquina e as rodas guias na dianteira, evitando assim que os comandos de deslocamento (frente/ré) fiquem invertidos caso haja a necessidade de movimentar a escavadeira em uma emergência.
  5. Verificar a tabela de carga de içamento fixada na cabine antes de realizar um içamento de material, como tubos, postes, troncos de madeiras, entre outros. Esta tabela mostra o peso máximo que a escavadeira pode erguer com segurança, de acordo com a configuração de braço, lança e sapata, além da altura em que se deseja levantar o material e a distância do ponto de carregamento. Seguir todas essas variáveis evita o tombamento da máquina.

“Para além das dicas operacionais mencionadas, existem outros dois fatores que fazem toda a diferença para o uso seguro de escavadeiras: a realização de manutenções preventivas dentro do prazo indicado pela fabricante e a utilização de peças genuínas”, reforça Machado.

 

O especialista explica que durante as revisões programadas são realizadas reposições, correções, verificações e lubrificações adequadas dos componentes que integram o equipamento, a fim de garantir o máximo desempenho dele e a segurança dos usuários. “Durante esse processo, o uso de peças genuínas é outro ponto fundamental, pois garante a procedência, qualidade e performance de toda a escavadeira”, complementa Machado.

 

As máquinas da Link-Belt, por exemplo, saem de fábrica com os mesmos itens que estão em estoque para a reposição, o que possibilita que as principais características dos equipamentos da marca, como confiabilidade, agilidade, conforto e economia, sejam mantidos a cada revisão. Vale destacar que o uso de componentes não genuínos e a aplicação deles por mão de obra não autorizada, estão entre os principais erros cometidos durante as manutenções, pois podem ocasionar panes e outros problemas graves, comprometendo componentes em todo o sistema.

 

Confira outros conteúdos da Link-Belt no site: https://pt.lbxco.com/releases/