Escavadeiras Link-Belt são usadas em drenagem urbana na Argentina

Escavadeiras Link-Belt são usadas em drenagem urbana na Argentina

O trabalho contribui para evitar enchentes durante os períodos de chuva intensa

Um grande volume de chuva pode causar enchentes, deslizamentos de terra, erosão, além de outros acidentes. Para minimizar os impactos causados pelo excesso de água, existe um processo de controle e gerenciamento das águas pluviais chamado drenagem urbana.

É esse trabalho que vem sendo realizado pela empresa Vial Victoria Sasu nos dois drenos pluviais existentes nos córregos de Buenos Aires, capital da Argentina. Trata-se de um conjunto de estruturas e instalações nas vias urbanas: esse sistema canaliza e direciona o escoamento para canaletas, bueiros e galerias. Segundo o administrador da companhia, José Maria Cardoso, para o serviço de drenagem, estão sendo utilizadas cinco escavadeiras Link-Belt, modelo 210X3E.

“A escolha pelos equipamentos da marca se deve à eficiência, qualidade, baixo consumo de combustível e rendimento. Além disso, a resposta da escavadeira Link-Belt é mais rápida em diferentes manobras e na execução das escavações”, afirma Cardoso.

Segundo o especialista de produto para Brasil e América Latina da Link-Belt, Jean Ramalho, a qualidade das escavadeiras Link-Belt é um diferencial para operações críticas e contínuas, como a drenagem urbana. “O equipamento entrega para os clientes uma alta taxa de disponibilidade na operação, além disso é projetado para oferecer grande facilidade nas manutenções e verificações diárias. O sistema de telemetria Remote Care também permite acompanhamento em tempo real da escavadeira e monitoramento da operação”, ressalta Jean.

As chuvas mais intensas e rápidas são muito comuns no verão. No entanto, com os impactos e mudanças climáticas, estes eventos relacionados ao clima estão se tornando cada vez mais frequentes. Por isso, de acordo com o administrador da Vial Victoria Sasu, é essencial que o sistema de águas pluviais receba atenção permanente e o trabalho de drenagem dos córregos da capital argentina é feito de forma contínua.

 

Sobre a LBX Company

A matriz da LBX está localizada em Lexington, no Estado do Kentucky (EUA) e suas origens datam de 1874. A marca é sinônimo de equipamentos inovadores para as indústrias florestal, reciclagem, demolição e de manuseio de materiais.

Atua nas Américas, de Norte a Sul, atendendo a uma base de clientes leais em parceria a uma forte rede de distribuidores. Por intermédio dos distribuidores, são fornecidos treinamentos, peças, serviços e suporte técnico para os proprietários de equipamentos Link-Belt.


Sobre a Link-Belt Latin America

As escavadeiras Link-Belt® chegaram na América Latina em 2004, mas ganharam ainda mais espaço no mercado latino-americano a partir de 2012, quando a LBX do Brasil, subsidiária da americana Link-Belt Excavator Company, empresa do grupo japonês Sumitomo, se estabeleceu na cidade de Sorocaba (SP). Desde então, os equipamentos têm aliado a tradição da marca americana de quase 150 anos de história com a tecnologia e qualidade consagradas da indústria japonesa.

Grupo Sumitomo

A Sumitomo Corporation é uma empresa japonesa líder de comércio e investimento global, com negócios em mais de 60 países, 886 companhias e mais de 70 mil colaboradores. A Corporação Sumitomo está há 28 anos na lista da Fortune Global 500, publicação anual norte-americana da Revista Fortune, como uma das empresas globais que lideram o desenvolvimento mundial.