Link-Belt alcança o marco de mais de 1,6 mil escavadeiras vendidas na América Latina

Link-Belt alcança o marco de mais de 1,6 mil escavadeiras vendidas na América Latina

Número corresponde à venda de escavadeiras hidráulicas das séries X3E, X2 e Spin Ace, que estão distribuídas em onze países

A cada ano que passa, a Link-Belt consolida ainda mais a presença das escavadeiras vermelhas nos países latinos. Prova disso é o marco atingido em 2021 pela companhia, que comemorou a venda de mais de 1,6 mil máquinas nesta parte do continente americano, incluindo modelos das séries X3E, X2 e Spin Ace. Atualmente, a Link-Belt Latin America atua em onze países, sendo: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Guatemala, Costa Rica, Peru, Equador, Paraguai, Porto Rico e Venezuela.

Para Fernandes, Business Manager da Operação Link-Belt Latin America, o número de escavadeiras vendidas é fruto de uma estratégia bem-sucedida, que visa solidificar, cada vez mais, a marca Link-Belt nos países latino-americanos. “Temos trabalhado fortemente em conjunto com a nossa Rede de Distribuição no Brasil e na América Latina para garantir a máxima satisfação dos clientes destas regiões. Mesmo com todos os desafios impostos pela pandemia, conseguimos manter o padrão de qualidade Link-Belt e garantir que as entregas de escavadeiras, peças e serviços acontecessem dentro dos prazos estipulados”, reforçou.

Apoio dos distribuidores

Parte do sucesso da Link-Belt na América Latina está atrelada ao apoio dos mais de 15 distribuidores da marca, que estão instalados nos países em que a fabricante atua. Entre eles está a Pavimáquinas, que atende a região Sul do Brasil e é um parceiro de longa data da companhia.

João Pavin, Sócio Proprietário da Pavimáquinas, destaca que a qualidade dos equipamentos e o comprometimento da Link-Belt estão entre os fatores que mais chamam a atenção dos clientes locais. “O conforto operacional, baixo nível de ruído, resistência estrutural, agilidade e baixo consumo de combustível também estão entre os pontos que são elogiados pelos proprietários das máquinas”, diz.

Ele reforça que as escavadeiras comercializadas na região Sul do Brasil atuam, principalmente, em serviços de terraplanagens, pavimentação asfáltica, britagem e nos segmentos de agronegócio e saneamento básico.

A LucasMaq, distribuidor das escavadeiras Link-Belt no Chile, também destaca a confiabilidade e economia de combustível como os principais diferenciais das máquinas na visão dos clientes. No território chinelo, as escavadeiras atuam majoritariamente em operações florestais. “Com o suporte da fabricante, trabalhamos para que nossos clientes recebam total apoio. Temos uma área comercial altamente personificada e uma equipe de assistência técnica muito eficiente”, conta Alejandro Alvarez, Gerente Comercial e Sócio da Lucasmaq,

Atualmente, a filial da Link-Belt no Brasil, localizada em Sorocaba (SP), é responsável por atender toda a América Latina. Para isso, a unidade conta com um centro de distribuição de peças, um depósito com uma infraestrutura moderna e com alta capacidade de armazenagem e logística, dentro de rígidos padrões de segurança. O armazém da companhia reúne cerca de 60 mil itens em estoque, incluindo peças originais Link-Belt e ISUZU, em uma área útil de 1.500 m². Toda essa estrutura tem um motivo: indo muito além da venda de escavadeiras, a Link-Belt se preocupa em oferecer um pós-vendas de qualidade aos clientes da marca.

 

Confira outros press releases da Link-Belt no site: https://pt.lbxco.com/releases/