“Train the trainer” reúne distribuidores da América Latina no Brasil

“Train the trainer” reúne distribuidores da América Latina no Brasil

O treinamento técnico e comercial será replicado para as equipes locais 

A Link-Belt, que tem como premissa o relacionamento e colaboração com distribuidores da marca, promoveu entre os dias 22 e 27 de maio, em Sorocaba, o “Train the trainer”, um treinamento comercial e técnico exclusivo para os distribuidores de toda a América Latina. Durante cinco dias, especialistas da empresa compartilharam conhecimento sobre as escavadeiras, sanando as dúvidas dos profissionais responsáveis pelo atendimento aos clientes na Argentina, Guatemala, Peru, Paraguai e Equador, os munindo de conhecimentos técnicos sobre os diferenciais da marca Link-Belt.

 

No conteúdo programático do curso técnico foi incluída a história geral e a evolução das escavadeiras, como elas são projetadas e os princípios relacionados ao funcionamento: força, peso, pressão sobre o solo na escavação, equilíbrio e carga. Na área comercial, foi dado enfoque nas vantagens do produto Link-Belt, com orientações a respeito de novidades dos equipamentos, ergonomia, segurança, conforto, durabilidade e estrutura. E por último, como é feito um comparativo, quais os itens e o que querem dizer. A equipe ainda fomentou uma discussão entre os distribuidores, para que pudessem compreender anseios e necessidades de regiões, perfis, realidades e ideias diferentes.

 

 

O treinamento foi pensado para preparar pessoas que, retornando aos respectivos países, possam difundir o conhecimento entre os demais colaboradores, segundo o gerente de Suporte ao Produto na América Latina, Jorge Palacio. “Ao treinar os treinadores, investimos em suporte técnico, em maior eficiência dos departamentos, com o objetivo de que isso se converta em benefício para os clientes”, explicou Palacio, que está há 14 anos na Link-Belt e, durante o encontro, compartilhou suas vivências e conhecimentos com os distribuidores.

 

“Recebemos conceitos comerciais focados na parte técnica, nos benefícios, na qualidade e durabilidade do equipamento. Este conhecimento profundo nos permite ter mais argumentos na hora de fechar um contrato”, opinou o gerente Comercial da distribuidora argentina Track Mar, Sebastian Chebel. Ele, que já participou de 15 treinamentos na Link-Belt, apontou o último como o mais completo e sua expectativa agora é treinar a equipe de vendas e pós-vendas da Argentina. O gerente ainda se disse grato pela iniciativa da marca em sempre alinhar informações e serem comprometidos com os resultados dos distribuidores.

 

O “Train the trainer”, para o gerente de Máquinas do distribuidor La Conquista, na Guatemala, Manuel Orellana, também foi importante para estreitar e fortalecer os laços entre a subsidiária da Link-Belt no Brasil e os distribuidores, além de compartilhar experiências e otimizar os processos. “Desta forma, poderemos oferecer aos clientes uma melhor explicação e entendimento do que o produto Link-Belt representa”, conceituou o guatemalense apontando como próximo passo repassar o conhecimento que recebeu para seus companheiros de equipe.

 

O especialista de Produto da Link-Belt, Vladimir Machado, classificou o treinamento como uma oportunidade única de compartilhar suas experiências, ouvir as necessidades e trocar informações que, para ele, possibilitam a evolução constante da marca. “Quanto mais conhecimento, mais a confiança é transmitida aos clientes na hora da venda”, enfatizou Machado.

 

A expectativa do gerente Comercial, Guillermo Veliz, do distribuidor RYC, no Equador, era aprofundar seu conhecimento a respeito da marca e das escavadeiras que representa. “ A formação que recebemos é muito eficaz e eficiente para mostrar os benefícios e superioridade do produto que estamos representando”, pontua Veliz.

 

Para o executivo de Vendas e Negócios da Malvex, no Peru, Eduardo Paredes, o treinamento foi uma oportunidade de sanar todas as dúvidas dos clientes e cada vez mais fechar negócios em conjunto. “Estamos muito satisfeitos com o reconhecimento que a marca e seus colaboradores têm pelos distribuidores. Recebemos apoio constante, quer seja presencial ou virtual”, elogiou Paredes.

 

Já o assistente técnico da Irimaq, John Astorga, que há quatro anos trabalha no distribuidor da Link-Belt no Paraguai, se sentiu em casa com a equipe brasileira e os parceiros da América Latina. “Essa formação ajuda muito meu trabalho porque aumenta nossa capacidade de dar uma solução ao cliente ao entender mais as tecnologias da máquina e os processos comerciais”, esclareceu Astorga.

 

Com o feedback positivo dos colaboradores participantes, outros treinamentos neste formato, mas com conteúdo diferente, estão sendo pensados para suprir as necessidades da rede de distribuidores.

 

 

Para saber mais sobre a Link-Belt, confira nossos press releases no site: https://pt.lbxco.com/releases/